sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Entrevista com o "Jaspion" Carlos Takeshi

Postagem Extraordinária no Blog, e esta é pra guardar pra sempre:

No último Domingo, 28/11/2010, recebi uma mensagem URGENTE de um colega do Fórum Tokubrasil, o representante do Grupo Tokusatsu.com.br Ricardo, vulgo Ricardols. O motivo: ele tinha conseguido agendar com o Carlos Takeshi uma entrevista, que seria concebida via Skype, na Segunda feira. E eu estava convidado!

Foi um susto, do nada, ser convocado a fazer parte de um evento memorável como este e estar cara a cara (ou seria micro a micro?), falando diretamente com o maior herói da minha infância, o dublador do Jaspion? Fiquei eufórico e já saí pesquisando feito louco informações sobre a carreira do Takeshi, mas a maioria delas eu já tinha de buscas passadas, então foi só organizar. Informações sobre a dublagem eu já tinha de cabeça, das inúmeras vezes que revi a série.

Muito bem, segunda feira, todos a postos e, depois de muito "entra e sai" (pois o telefone VoIP dele estava com problemas e ficava o tempo todo caindo), conseguimos prosseguir. Mas ele, com muito custo, conseguiu fazer com que funcionasse de forma satisfatória. Estávamos ouvindo e conversando com o Carlos Takeshi! Além do Ricardo, que era o âncora da gravação, estavam os colegas de Fórum Julinho, o Rockman-Kun e o Vagner, denominado Zero. Foram 2 horas de bate-papo, das 20:00 às 22:00 hs. Falamos muita coisa, e o que realmente destacou-se na conversa, foi a elegância, a boa vontade, paciência e a cordialidade do ator. Digno de Oscar. Com todos os problemas técnicos que tivemos, sem nenhum tipo de cachê, e simplesmente pra responder a fãs de um trabalho feito a mais de 20 anos, ele deu show. Cliquem no link abaixo pra fazer o download (ou simplesmente reproduzir) a entrevista:

Clique AQUI para ser redirecionado ao site do Grupo Tokusatsu!

Dentre as partes da entrevista que eu acho interessante destacar, neste espaço dedicado principalmente as séries japonesas e a dublagem, são as seguintes, para aqueles que não puderem (ou não quiserem) ouvir o áudio, que tem 58 minutos de duração:


- Seu início na dublagem, no comecinho dos anos 80, deu-se a um teste feito na Álamo, e aprovado pelo gigante diretor Líbero Miguel, nome frequentemente citado neste espaço;

- Jaspion, foi feito depois de um bom tempo de carreira, no final de 1986. Foi escalado, além do seu talento indiscutível, também porque conhecia a lingua japonesa, e conseguia auxiliar na adaptação de algumas coisas no decorrer da série;

- Changeman foi dublado em seguida, após o final de Jaspion;

- Comando Triplo Dolbuck, que existe em DVD genérico no mercado paralelo com apenas 26 capítulos dublados (de um total de 36), ele não se lembra se chegou a ser feito até o final. Carlos tinha um personagem fixo, que havia entrado no capítulo 24, o Stanley Hilton, e ficava até o final;

- Quando indagado sobre alguma curiosidade dos bastidores da dublagem, ele disse que na época, devido ao talênto inigualável do saudoso Borges de Barros, criou-se uma expressão quando um trecho tinha uma fala difícil de ser feita: "Borgear", isto é, fazer como o Borges de Barros. Imaginem vocês o tamanho do talento desse profissional pioneiro na arte brasileira;

- Nos anos 90, deu uma pausa na dublagem para dedicar-se as novelas, que foram A Viagem (1994), O Rei do Gado (1996) e O Amor está no Ar (1997), além do já conhecido trabalho no Shoptime. justamente em 1994, ele chegou a fazer alguns personagens secundários em Winspector, dublado na Windstar sob a direção do Emerson Camargo e em Cavaleiros do Zodíaco, na Gota Mágica, com o Gilberto Baroli;

Tremmy de Sagita, Cavaleiro dublado por Carlos Takeshi na Versão da Gota Mágica.

Fica registrado uma entrevista memorável e que vai ficar pra história, com a voz de um ícone da dublagem paulista dos anos 80, e que marcou a vida de tantos fãs que mantém vivo a chama de sinônimo de super herói japonês em suas vidas: Jaspion. Por isso repito o que disse no final da entrevista: "Obrigado Carlos Takeshi, o Jaspion, sem sua voz, não seria o Jaspion que conhecemos."


Agradecimento especial ao Grupo Tokusatsu.com.br, do qual fico lisonjeado em fazer parte, e além dos colegas/ parceiros já citados, mando um abraço em especial ao Giu Biasioli, que lembrou-se de mim e imaginou que eu poderia agregar algo neste trabalho. Espero ter correspondido as expectativas!!

12 comentários:

Marco Antônio dos Santos disse...

Ivan:
Parabéns com a entrevista do Carlos (Jaspion). Sempre gostei dele muito como ator em novelas tb.
A expressão "Borgear" irá pegar!!!!!!
Abração!!!!

Thiago disse...

ivan é nosso grande amigo, que é considerado parte da familia, você merece, abraços !

Michel disse...

Essa entrevista vou querer ouvir, mas preciso arranjar um tempinho entre uma atividade e outra…rsrsrs! Carlos Takeshi foi um marco para a geração Jaspion&Changeman! Infelizmente, não cheguei a ver nenhum volume do Dolbuck, com ele dublando o Stanley Hilton, apesar de que, se a série foi lançada mesmo até o episódio 26, ele só participou de apenas 3 episódios (mas precisaria saber se foi dublada por completo ou não). Eu acredito que a série não tenha sido dublada na íntegra, pois a Everest lançava em lotes. Também fiquei surpreso ao rever o Takeshi no comando do Shoptime, quando adquiri TV a cabo em 1997. Como eu não ligava o nome à pessoa, pensei, já ouvi essa voz em algum lugar... Pela grandiosidade do carlos Takeshi, pensei que tu já tivesse algum contato com ele, Ivan!

Até mais!

Betarelli, Ivan D. disse...

Marco -> é isso aí, "Borgear" vai ficar pra história!

Thiago -> valeu pelas palavras, fico lisonjeado pela consideração!

Michel -> vc tem razão, Michel, o Takeshi é sinônimo de duper herói pra "molecada" desta época. Eu gostaria de saber se o Dolbuck foi dublado na íntegra... quem sabe um dia a Focus não lance isso hehehe (esperança é a última que morre).

Eu fui conhecer o rosto dele mais ou menos em 1998, quando meu pai comprou antena parabólica. Na hora eu saquei que era o dublador. Não perdia um só InfoShop por causa do apresentador!

É, justamente pela grandiosidade do Takeshi, que é um ator Global, é que eu nunca havia conseguido "chegar" nele. Mas agora isso mudou e estou muito feliz.

Abraços aos amigos.

Bruno Roberto disse...

Falando no grande TAKESHI, ele apareceu no capítulo de hoje (20/12/2010) de PASSIONE, sendo o médico que cuidou de Diana (CAROLINA DIECKMANN) antes da morte da personagem...

Abraço! BOAS FESTAS!!!

Betarelli, Ivan D. disse...

Oi Bruno, realmente, ele está aparecendo de vez em quando na novela.

Abraços.

ROBERTO disse...

O Meu amigo tudo bem? Também sou fã da séries Japonesas e de dublagens, mais estou, tentando por muito tempo descobrir alguma foto ou algum parente do dublador Ricardo Medrado. Poucos sabem alguma coisa dele, a ultima pista que obtive dele foi a dubladora Alessandra Araujo que me disse que tinha o orkut da viuva dele porém ela provavelmente desmanchou, quase que cheguei a tempo de ve-lo. Abraços ,mais não desisti, vou continuar tentando qualquer coisa informo a vcs.

Betarelli, Ivan D. disse...

Oi Roberto, realmente o Ricardo Medrado é um profissional que merece uma grande homenagem, pois dublou muita coisa ao longo da carreira. Lembro de quando a Alessandra comentou sobre a viúva dele, e também já fiz várias buscas e nada... mas um dia, com certeza vou achar alguém/ alguma coisa.

Grande abraço.

Ricardo Akio disse...

Sobre o Ricardo Medrado, em um artigo da Wikipédia sobre Changeman que pesquisei ano passado fala sobre ele na seção Curiosidades do artigo.
Resta saber se é verdade o que está publicado lá.

Betarelli, Ivan D. disse...

Se for sobre os problemas com drogas, pelo pouco que obtive de informações à respeito pesquisando, me parece que é tudo verdade, infelizmente.

Anônimo disse...

Ricardo está falecido, foi encontrado morto em sua casa, por uso de drogas.

Betarelli, Ivan D. disse...

Sim, infelizmente esta informação é conhecida pelos seus fãs.

Há anos procuro sua viúva ou os filhos dele pra poder escrever uma matéria sobre esse grande ator que marcou a vida de tante gente.

Obrigado pelo comentário.